Skip to main content

Probióticos, prebióticos e cuidados da pele

Cuidar da sua pele é importante. Afinal de contas, trata-se do maior órgão do seu corpo e trabalha intensamente para ajudar a manter a sua felicidade e boa saúde, protegendo-o dos raios perigosos do sol e assegurando que as bactérias prejudiciais são mantidas afastadas. 

Claro que nem todas as bactérias às quais a sua pele está exposta são prejudiciais. A sua pele é a casa de centenas de variedades de bactérias, juntamente com outros microrganismos, podendo muitos destes ser considerados como úteis ou “benéficos”. 

A presença de bactérias benéficas é vital, ajudando em várias das funções do seu organismo, incluindo o sistema digestivo. E não é diferente no que diz respeito à sua pele. Estas bactérias contribuem para uma tez saudável, trabalhando juntas em perfeito equilíbrio para assegurar um ecossistema funcional à superfície da sua pele — conhecido como um microbioma.   

Para assegurar que a sua pele está nas melhores condições, é importante nutrir estas bactérias e dar-lhes todos os nutrientes de que precisam para serem bem-sucedidas. Há várias formas de o fazer, sendo certo que a maioria destas se centram em torno dos produtos de cuidados da pele que usa e dos alimentos que ingere. Os ingredientes nestes produtos importam, pelo que é importante que esteja ciente do que vai para o seu corpo, assim como do que vai para a superfície do mesmo.
 
Os probióticos são os micróbios vivos que existem naturalmente e vivem na sua pele e no seu corpo. Os alimentos probióticos podem ser benéficos para a sua saúde digestiva e para a sua pele. Os cremes e soluções que contêm probióticos ajudam a introduzir bactérias benéficas na pele. Estes produtos podem ajudar a suavizar e reforçar a barreira cutânea.

Os prebióticos são ingredientes não vivos que são usados para apoiar o crescimento, a sobrevivência e o equilíbrio das bactérias na sua pele — ajudando a manter o microbioma da sua pele equilibrado.

Saiba mais sobre os benefícios dos probióticos e dos prebióticos, bem como sobre como incorporá-los na sua rotina diária de cuidados da pele, incluindo: 

  • O que são probióticos e prebióticos?

  • Usar probióticos e prebióticos nos cuidados da pele

  • Ingestão oral vs. aplicação na pele 

O que são probióticos e prebióticos?

Embora pareçam muito similares, os probióticos e os prebióticos são duas coisas muito diferentes com funções específicas. Os probióticos são microrganismos vivos que existem tanto no seu corpo como em alimentos e suplementos

Os prebióticos, por outro lado, não são de facto vivos. São ingredientes que ajudam a nutrir as bactérias benéficas na sua pele e a equilibrar o microbioma.

Quando os probióticos e os prebióticos são combinados, independentemente de estarem em cremes de pele ou em alimentos, podem juntar forças para se transformarem no que se conhece como um simbiótico.

Segue-se uma análise mais detalhada às diferenças entre os dois:

Probióticos

Os probióticos consistem em grupos diferentes de bactérias e microrganismos vivos que vivem no corpo e na superfície da pele.

Existem duas categorias principais de probióticos:

  • Lactobacillus — consideradas “bactérias amistosas”, encontradas habitualmente no sistema digestivo humano e nos alimentos probióticos. Existem várias espécies diferentes

  • Bifidobacterium – grupos de bactérias que residem nos intestinos e que também podem ser cultivadas fora do organismo para usar em iogurtes probióticos.

As bactérias podem contribuir positivamente para a saúde tanto do intestino como da pele. 

Prebióticos

Os prebióticos são compostos que são usados como combustível para o crescimento de bactérias probióticas benéficas. Não podem ser digeridas por humanos; no entanto, o seu papel é alterar positivamente ou preservar o microbioma saudável existente no intestino, ou na pele, quando ingeridas ou aplicadas. 

Os ingredientes existentes em produtos de cuidados da pele que podem ser ricos em prebióticos incluem: 

  • Aveia Coloidal–  a aveia coloidalé usada para hidratar e acalmar a pele. Verificou-se recentemente que suportam o crescimento de microrganimos que se encontram no microbioma da pele, promovendo o crescimento das bactérias benéficas*. 

  • Groselha-preta – encontrada cada vez mais em suplementos alimentares, o extrato em pó de groselha-preta pode aumentar a quantidade de bifidobactérias e lactobacilos existentes no intestino. Isto pode contribuir para uma boa saúde digestiva no geral. 

*Teste in vitro

Aplicação na pele de probióticos e prebióticos

Aplicar uma loção ou creme  tópico com probióticos na sua pele pode ajudar a equilibrar as bactérias que formam o microbioma da sua pele. Os probióticos nestes cremes podem ajudar a reduzir o pH da pele, acidificando ligeiramente a superfície, para ajudar a reduzir o crescimento de bactérias externas, e promovendo o desenvolvimento de bactérias benéficas na pele. 

Os cremes ou loções de pele com prebióticos também podem ser extremamente benéficos. Ajudam a preservar as bactérias benéficas existentes na sua pele, ao estimular o crescimento de microrganismos benéficos já presentes no microbioma da sua pele. Mas isso não é tudo. Ao manterem o equilíbrio do microbioma também ajudam a manter a integridade da barreira cutânea para uma pele com aspeto saudável. 

Tanto os probióticos como os prebióticos podem desempenhar um papel importante para conseguir uma tez saudável.